(Re)encontre sua imagem

(Re)encontre sua imagem

A reconexão com o próprio estilo é fundamental para autoestima da mulher negra

O modo como nos vestimos diz muito sobre nós. Mas ao contrário do que se pensa, o nosso estilo deve se adequar ao nosso autoconhecimento e não às regras ditadas pela moda. E para a mulher negra, que vive em uma sociedade onde a indústria da moda não foi pensada para ela, é comum desenvolver-se uma visão distorcida de beleza, estilo, moda.

“No Brasil, existem mais de 100 tons de peles negras, que vão das mais claras (das acinzentadas às amareladas) até as mais escuras (dos tons avermelhados até os azulados) ”, explica Marcela Lemos, consultora e terapeuta de Imagem e Estilo e criadora da Vesttilo Consultoria de Imagem e Estilo Pessoal que tem como objetivo ajudar a mulher negra a se encontrar.

“Todas nós queremos pertencer a um grupo, mas muitas vezes este grupo não corresponde ao que realmente somos, está desconectado da nossa história”, diz. Marcela é formada em administração de empresas e se especializou em cursos destinados ao autoconhecimento através da moda – personal stylist, processos têxteis e gestão de negócios – e de sistemas terapêuticos – reiki, hipnose, arquétipos, entre outros.

Conhecer-se é fundamental para a autoestima., vai além da estética e está totalmente relacionado com sua história, crenças e cultura. “A reconexão com o próprio estilo ajuda a mulher a mostrar quem ela realmente é sem precisar abrir a boca. E permite que ela se sinta segura em qualquer lugar”, diz Marcela.

A especialista explica que o corpo da mulher negra carrega as dores e sofrimentos ancestrais. “É preciso identificar esses sinais para anulá-los”, afirma. Através de processos terapêuticos e informações técnicas acerca de cores, tecidos e texturas, Marcela ajuda suas clientes a encontrarem o equilíbrio e o fluxo energético para buscar seu espaço.

Somos muito mais

De sorriso largo e estilo discreto (sem perder a elegância) Marcela logo se viu sozinha no universo da imagem e do estilo. “Só encontrava imagens de homens e mulheres negras com estereótipos e imagem sensual. Acredito que somos muito mais do que isso e que faltava representatividade nesse assunto. Foi aí que em 2013 fiz blog para valorizar imagens do público negro”, diz.

No blog há informações interessantes sobre colorimetria e arquétipos da pele negra. Marcela também tem um podcast onde explora a importância do autoconhecimento. Ela explica, por exemplo, que as cartelas de pele branca são sazonais classificadas com estações (Primavera, Verão, Outono e Inverno) baseadas na Europa e nas quais estão projetadas a maior parte dos produtos da indústria da moda.

Já as cartelas de pele negra as cores são baseadas de lugares da África, temperos e condimentos e sons musicais. “Contém outras cores em sua composição, além disso a cor base ser o marrom”. Hoje Marcela faz atendimentos presenciais e online, ministra palestra e workshops com foco na Valorização da imagem pessoal. “ A Vesttilo é uma empresa de consultoria feita para mulher em processo de transformação. Analisamos o estilo, o guarda roupa, as cores, as formas do corpo e do rosto e com uma visão holística despertamos a melhor imagem da mulher de dentro para fora, fortalecendo sua autoestima”.

Para conhecer melhor o trabalho da Vesttilo Consultoria acesse os links https://www.instagram.com/vesttilo_imagempessoal/ ; http://www.vesttilo.com.br ; http://www.facebook.com/VesttiloImagem

Deixe uma resposta